Chanel: Uma história de glamour e sucesso

Já pararam para pensar como surgiu a icônica grife Chanel e como foi a vida de Gabrielle Chanel para consolidar sua marca nascida no século passado e perdurar até hoje?

Vem conhecer essa história fantástica de uma mulher inspiradora, que quebrou regras e se fez uma mulher a frente de seu tempo.

A grife Chanel pode se resumir em cinco números.

Número 1: Rue Cambon, sinônimo da Chanel.

chanel

rue cambon, 21

Foi no número 21 da Rue Cambon, onde tudo começou em 1910, quando Gabrielle Chanel abriu sua chapelaria.

Depois as lojas ocuparam os números 29, 25, 23, 27 e agora 19, onde temporada após temporada as coleções de Karl Lagerfeld (designer chefe e diretor criativo da grife Chanel) são apresentadas.

Número 31 – Rue Cambon: Número de uma vida. Este era o endereço do Ateliê de Coco.

Chanel criava seus designs diretamente no corpo das modelos, sempre com um cigarro na boca, tesoura e alfinetes nas mãos. As modelos eram jovens da alta sociedade, que desfilaram para Coco até 1971. Hoje em dia, somente celebridades e clientes da alta costura fazem prova de roupa nesse palácio, decorado nas cores: branco, bege e preto.

O cenário único, com paredes de espelhos que se abriam, multiplicava seus designs infinitamente, enquanto Coco sentava-se escondida em um local estratégico, no topo da escada para observar a apresentação de suas coleções.

Atualmente Karl, remodelou o espaço e nos dois últimos andares, encontramos costureiras chefes e modelistas, todas de aventais branco.

chanel2

 Número 2: O Apartamento de Chanel

Podemos resumir a decoração em um caos harmônico, onde cada objeto revela inspirações de Gabrielle, sem divulgar seus segredos.

O apartamento com estilo predominante barroco, era composto por: hall de entrada, estúdio, sala, sala de jantar e nenhum quarto.

As paredes eram cobertas com espelhos octagonais e telas em laca coromadel. Havia um grande candelabro adornado com camélias, formando o ícônico monograma “CC” duplo.

Ramos de trigo estilizados, budas, leões, estátuas da Virgem Maria e Afrodite compunham o estilo minimalista do apartamento.

apartamentococolustre-chanelapartamento-de-coco-chanel1coco7

Número 3: O Ritz

Hotel para o qual Chanel se mudou em 1937. Primeiro ficou em uma suíte com vista para a Place Vendôme, depois mudou-se para dois quartos com vista para a Rue Cambon, onde tudo começou.

Aqui ela faleceu, em 1971.

hotel ritzchanel

Número 4: Place Vendôme – n. 18

Endereço do hotel Cressat, que foi inteiramente reformado pela Maison Chanel em 1997 para, abrigar suas coleções de alta joalheria.

Paris monuments

Número 5: Grand Palais.

É o teatro monumental dos desfiles Chanel. Uma imponente  cúpula, cenários mágicos, com floresta de carvalhos e pinheiros, riacho gélido, um enorme jardim francês e um leão de 12m de altura, fazem de cada coleção uma revolução.

grandpalais1 grandpalais2karl

 

Atualmente com Karl Lagerfeld, a moda conquista o mundo e Paris permanece eternamente iluminado por Chanel.

 


bolsas-chanelbeaute-chanel
sapatos-chanel

Demais né gente?! Me encantei com a trajetória da grife e com certeza Chanel deixou seu legado espalhado e plantado por todo o mundo. Particularmente adoro tanto a linha beauté da Chanel, que o perfume que escolhi para usar no dia do meu casamento foi o Coco Mademoiselle, de fragrância floral, extremamente delicada e feminina, olha só:

perfume-mademoiselle-chanel

 

Me conta o que você achou!

Beijo Pink!

Moda
Anterior
Próximo

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply
    Noemia
    03/04/2016 at 02:47

    Achei interessante.

  • Leave a Reply